Terapia Capilar para Queda de Cabelo

Terapia capilar

Hidratar o cabelo e evitar o uso exagerado de secadores, chapinhas e tinturas são fatores essenciais para manter a boa saúde dos fios. Porém, se mesmo após esses cuidados, os fios estiverem perdendo seu vigor, caindo em excesso, e o couro cabeludo descamando, talvez esse seja o momento para iniciar uma terapia capilar.

O principal objetivo dessa terapia é tratar o couro cabeludo e suas patologias. Evidentemente, o fio também pode ser impactado, tornando-se mais resistente e forte, mas o foco do tratamento é voltado para o couro cabeludo, que é uma extensão da face e da pele. Por essa razão, algumas patologias cutâneas se manifestam no couro cabeludo, como a oleosidade excessiva, que influi sobre a queda acentuada dos fios, e a seborreia, que forma uma crosta oleosa acompanhada de caspa.

Como é feita?

Desenvolvida ao longo de várias sessões, a terapia capilar é uma forma de cosmetologia diferenciada, destinada a tratar qualquer nível de calvície, seja ela mais ou menos intensa. O tratamento age como um estímulo ao bulbo, região de nascimento de cada fio.

As causas que levam à queda capilar são variadas, como estresse, doenças do couro cabeludo e herança genética. Por esse motivo, antes de iniciar qualquer tipo de tratamento o paciente deverá passar por uma anamnese, onde será determinado se será necessário monitoramento médico, terapia multidisciplinar, ou se apenas os cosméticos serão suficientes. A última hipótese se ampara no fato de existirem, atualmente, muitos ativos que conseguem impulsionar o bulbo capilar.

Cada sessão do tratamento dura cerca de 40 minutos, e o paciente deve estar ciente de que a terapia deve ser continuada em casa por meio do uso de shampoo, loção e massagem na região do couro cabeludo. Além disso, é necessário ter alguns cuidados com relação ao bulbo capilar. Portanto, o paciente deve evitar expor em demasia os fios ao secador e procurar não dormir com o cabelo molhado, uma vez que o bulbo capilar precisa respirar.

Alta frequência

No procedimento de terapia capilar, uma das etapas é a alta frequência, recurso muito utilizado pelos esteticistas, pois serve como antisséptico, antifúngico e antibacteriano. A técnica promove um faiscamento sobre o couro cabeludo, estimulando todo o bulbo capilar. Essa fase prepara a região para receber os ativos usados posteriormente.

Esfoliação

Em seguida, o paciente passa por um procedimento de assepsia, efetuado por meio de uma esfoliação, que não só higieniza o couro cabeludo como igualmente torna-o mais receptivo aos produtos que serão aplicados. Trata-se de uma limpeza profunda do couro cabeludo, indo além do efeito proporcionado pelo shampoo. Como parte do tratamento complementar, o cliente deve utilizar diariamente o shampoo e a loção tônica na própria residência.

Texto relacionado: descubra o melhor remédio para queda de cabelo masculino.

É importante salientar que o material utilizado nessa esfoliação é constituído por partículas 100% naturais, o que facilita a remoção do produto, além de ser composto por extrato de malva, que tem efeito calmante. Assim, considerando um couro cabeludo com psoríase e até mesmo com caspa, o nível de sensibilidade da região é maior. Daí a importância do uso da malva, que irá relaxar e hidratar a área em questão.

Argila pronta

Em seguida, o paciente recebe a argila pronta Clays Monté, espalhada em todo o couro cabeludo. Cabelos longos podem receber um creme restaurador. A aplicação da argila é efetuada simultaneamente com a loção reparadora, que pode ser direcionada ao tratamento da caspa ou da queda capilar.

Aplicação de ozônio e massagem

Dando prosseguimento à sessão, o paciente receberá ozônio, que desempenha o papel de potencializar o poder de absorção da argila com os respectivos minerais. Todo o processo é acompanhado da adição de calor, responsável por causar a vasodilatação e ajudar na penetração das substâncias utilizadas. A aplicação de ozônio é acompanhada de uma massagem.

Enxague

Por fim, ocorre o enxague, nessa etapa também se dá a remoção de todo o resíduo gerado pela argila, além das substâncias do shampoo, oligoelementos e demais compostos que trabalham visando o crescimento e fortalecimento do fio.

Concluídas as 14 sessões do tratamento, dá-se início a observação da região afetada pela calvície e das áreas adjacentes com o objetivo de constatar o crescimento de novos fios.

Resultados

O método tem resultados testados e comprovados, a partir de 30 dias o paciente já poderá começar a visualizar o irrompimento de novos fios. Isso é consequência de um estímulo exercido sobre um bulbo capilar que ainda está ativo. Desse modo, quando ele recebe massagem e substâncias que o impulsionam, as respostas tendem a ser positivas.

No entanto, vale enfatizar que o problema pode ocorrer devido a fatores hereditários, assim, isso deve ser avaliado corretamente, pois, embora alguns pacientes alcancem bons resultados, existem casos que só podem ser sanados mediante implante capilar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *