O Pênis Curvado é Normal Até que Ponto?

Seu pênis é curvado para a esquerda? Para a direita? Para cima? De início este pode até mesmo parecer um assunto cômico, mas não se trata apenas de estética, e sim de saúde. Hoje discutiremos no blog…

A curvatura peniana

Existe um problema de saúde que afeta cerca de 10% dos homens no Brasil e é desconhecido pela maioria das pessoas: a curvatura peniana, que basicamente é uma deformidade do pênis. De acordo com um estudo britânico, esse mal é um problema de saúde mais comum nos homens do que o diabetes e o cálculo renal. O transtorno pode ter origem genética (curvatura peniana congênita) ou ser adquirido durante, por exemplo, o ato sexual.

curvatura-peyronie-30-graus

curvatura-peyronie-50-graus

curvatura-peyronie-90-graus

Curvatura peniana congênita

Como essa anomalia também pode ter caráter hereditário, quando um pai exibe o problema, ele deverá ficar atento se o seu filho também o terá. É fundamental que os pais estejam bem orientados sobre o assunto, para que assim possam identificar uma curvatura irregular peniana, a identificação poderá ocorrer em qualquer idade, até durante uma troca de fraldas. Nesses casos, a curvatura peniana pode ser solucionada até mesmo sem que a criança chegue a se lembrar da deformidade, e o ideal é que ela seja tratada já durante a infância, pois ao chegar à adolescência com o problema, o jovem tende a se fechar, por mais que tenha um relacionamento aberto com o pai.

Curvatura peniana adquirida

Já a curvatura peniana adquirida é provocada por diferentes tipos de trauma. Os danos são causados na túnica peniana, uma membrana que reveste os corpos cavernosos do pênis. Todos os homens que presenciarem algum caroço no pênis, dor durante a ereção, ou uma curvatura anormal, devem procurar por um urologista.

Veja mais sobre a curvatura peniana no link: http://comoaumentaropenis.net.br/penis-torto/

Tratamento cirúrgico

O tratamento precoce e a descontinuidade da condição traumática ajudará a minimizar a progressão da curvatura do pênis, diminuindo as chances da necessidade de uma intervenção cirúrgica. No entanto, a cirurgia é a solução para a grande maioria dos casos. Segundo especialistas, o procedimento é simples e proporciona aproximadamente 95% de eficácia.

O procedimento é feito com uma anestesia local, de modo similar à cirurgia da fimose. A pele do pênis é rebaixada, enquanto os feixes que contêm nervos são liberados visando evitar uma possível perda da sensibilidade peniana.

Diagnóstico precoce

Embora o diagnóstico precoce da curvatura peniana seja extremamente importante para um tratamento bem sucedido, o fato é que o tema ainda é um tabu, motivo pelo qual acaba sendo pouco difundido e debatido no Brasil.

A ereção reflexa (sem estímulo) ocorre no decorrer de toda a vida do indivíduo, inclusive quando a bexiga está cheia, o que pode ser observado em um bebê. Essa ereção costuma surgir logo pela manhã. A manipulação do pênis durante a higienização do bebê também pode provocar uma ereção involuntária.

Cabe destacar que o fenômeno pode ocorrer já a partir do primeiro mês de vida da criança. Contudo, é importante salientar que a possibilidade de avaliar o nível da curvatura diminui proporcionalmente conforme o tamanho do pênis. À medida que o órgão cresce, a análise se torna facilitada.

Como a ereção reflexa pode acometer a criança em qualquer fase de sua vida, é primordial que os pais, tios, avós, cuidadores ou babás estejam muito atentos a possíveis alterações da curvatura do pênis durante uma ereção. O acompanhamento deve ser contínuo visando a realização de uma cirurgia corretiva antes que o jovem adentre a idade adulta. Afinal, nessa faixa etária ele pode se tornar constrangido e até pode desenvolver fobia social. Existem casos de homens que, aos 34 anos, acabaram se privando de relacionamentos amorosos e mantiveram uma vida reclusa até o momento da cirurgia. Após o procedimento, esses homens admitem que suas vidas renasceram.

Você sabia que é possível aumentar seu pênis sem recorrer a técnicas malucas e invasivas? Clique no link a seguir para saber mais sobre o aumento peniano.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *